10 dezembro, 2010

Atento a estranhos LHASA APSO é muito fiel ao seu dono

Lhasa Apso                          



Outros nomes

Apso tibetano


País de origem

O Tibete ou Tibet é uma região de planalto da Ásia, um território disputado situado ao norte da cordilheira do Himalaia. É habitada pelos tibetanos e outros grupos étnicos como os monpas e os lhobas, além de grandes minorias de chineses han e hui. O Tibete é a região mais alta do mundo, com uma elevação média de 4.900 metros de altitude, e por vezes recebe a designação de "o teto do mundo" ou "o telhado do mundo".


O Lhasa Apso é uma raça antiga, criada durante séculos apenas pelos nobres e monges do Tibete. "Lhasa" é o nome da cidade sagrada da região e "Apso" poderá ter origem em cabra, devido à pelagem lanosa, ou "leão", devido ao seu papel de protector de templos.

O Lhasa Apso é considerado um cão sagrado na sua Terra Natal. Os tibetanos acreditam que a alma de um homem virtuoso descansa no seu animal preferido, depois de morrer.
Como guarda de templos e mosteiros, ladrando furiosamente a desconhecidos, o Lhasa Apso é tido como um amuleto de boa sorte, mas teria de ser oferecido, não podia ser comprado. Assim, estes cães permaneceram desconhecidos do resto do mundo até ao início do século XX. Por volta da década de 1920, Dalai Lama começou a procurar apoios internacionais para a causa tibetana e ofereceu alguns cães desta raça como presente a diplomatas, sobretudo a britânicos.
A raça só se tornaria conhecida nos Estados Unidos da América uma década mais tarde. Mas a popularidade que conheceu foi imediata e em 1935 já tinha sido reconhecida pelo AKC, apesar de ter sido mal classificado como Terrier.


aparencia


O Lhasa Apso é uma raça antiga, criada durante séculos apenas pelos nobres e monges do Tibete. "Lhasa" é o nome da cidade sagrada da região e "Apso" poderá ter origem em cabra, devido à pelagem lanosa, ou "leão", devido ao seu papel de protector de templos.

O Lhasa Apso é considerado um cão sagrado na sua Terra Natal. Os tibetanos acreditam que a alma de um homem virtuoso descansa no seu animal preferido, depois de morrer.
Como guarda de templos e mosteiros, ladrando furiosamente a desconhecidos, o Lhasa Apso é tido como um amuleto de boa sorte, mas teria de ser oferecido, não podia ser comprado. Assim, estes cães permaneceram desconhecidos do resto do mundo até ao início do século XX. Por volta da década de 1920, Dalai Lama começou a procurar apoios internacionais para a causa tibetana e ofereceu alguns cães desta raça como presente a diplomatas, sobretudo a britânicos.
A raça só se tornaria conhecida nos Estados Unidos da América uma década mais tarde. Mas a popularidade que conheceu foi imediata e em 1935 já tinha sido reconhecida pelo AKC, apesar de ter sido mal classificado como Terrier.




temperamento

O nome deriva de lhasa, capital do Tibet, a palavra "apso" significa sentinela que late.

Tendo sido criado como um cão sentinela por monges budistas do Tibete, os Lhasa Apsos tendem a estar atentos e possuem um forte senso de audição e também um alto e forte latido que engana o seu tamanho. Eles também podem se mover muito silenciosamente, o que lhes permite surpreender intrusos, bem como familiares desavisados. O temperamento ideal de um Lhasa é muito atento a estranhos e fiel aos mais próximos a ele. O Lhasa está no rank 68 no livro A Inteligência dos Cães, de Stanley Coren, considerada a inteligência a relação entre exercício e obediência.



Embora sejam pequenos, os cães da raça Lhasa Apso podem apresentar breves períodos de energia explosiva. No entanto, Lhasas em geral não são uma das mais ativas raças de cão e, muitas vezes permanecem por horas sentados em um sofá-cama ou simplesmente ouvindo possíveis intrusos. A maioria dos Lhasa Apsos preferem passear em um parque infantil a fazer longas caminhadas que marquem um perímetro à ser verificado em intervalos freqüentes. Apesar disso, quando as condições meteorológicas se aproximam daquelas presentes em seu ambiente tibetano [temperaturas baixas], ele vive muito bem. Com pesados cabelos protegendo os seus pés, eles são bastante confortáveis na neve e podem tornar-se ainda mais divertidos em tempo quente. Tendo sido desenvolvido no terreno acidentado do Himalaia, são surpreendentemente confiantes para transitar em terrenos quase verticais como falésias. Essa confiança costuma se assemelhar à dos caprinos das montanhas.

A raça tem uma alta incidência de instinto alfa, o que leva a traços de personalidade única. Muitos Lhasa Apsos são altamente tolerantes à solidão.
Lhasa Apsos geralmente agem frieza, sua personalidade pode se assemelhar à dos gatos e não se encaixam na imagem estereotipada de um pequeno feliz. Características de personalidade única Lhasa Apsos eles ganharam uma reputação em alguns círculos como sendo uma raça muito emotiva e que, em alguns casos, revela-se completamente destemida. Eles levam o seu papel de guardiões da família muito a sério e podem ser assertivos sobre permitir ou não a entrada de visitantes na casa.Esta característica, aliada à sua tolerância, à solidão e ao baixo nível de energia, tornou a raça popular entre as pessoas que vivem sós pequenos apartamentos.




Se devidamente treinado desde filhote, irá apreciar banho e tosa, mas eles geralmente não gostam de banho ou de nadar, pois não é característico da raça. O Lhasa Apso é uma raça de vida longa, com alguns chegando a viver mais de 20 anos com boa saúde. Existem alguns problemas de saúde específicos para a raça. Sua visão pode se deteriorar com a idade mas como são cães que não se orientam pela visão, eles podem suportar a cegueira com poucas mudanças perceptíveis no comportamento.


Devido à tendência de alfa comportamento, um macho intacto Lhasa Apso pode ser extremamente dominante e agressivo para outros cães machos inteiros, ainda muito maiores, e obstinado sobre marcação de território com urina. A castração em idade precoce é fortemente recomendada.






Saúde e Higiene


O Lhasa Apso é na generalidade um cão bastante saudável. Alguns dos problemas mais verificados na raça dizem respeito a mal formações nas articulações, complicações renais e oculares.



A abundante pelagem do Lhasa Apso exige cuidados particulares: o

pêlo deve ser escovado todos os dias ou no máximo "dia sim, dia não", de forma a eliminar riças que

poderão causar infecções na pele. Este cão perde bastante pêlo durante todo o ano.




 Pela sua estatura pequena, o seu caráter simpático e beleza física em seguida conquistou a simpatia de todos como excelente cão de companhia e guarda. no seu país de origem, pelo menos até a anexação à república popular chinesa, vivia nos mosteiros e os exemplares mais bonitos e valiosos, encontravam-se no "potala", o palácio do dalai lama, e nas casas de ministros e outras pessoas de posição. era impossível obter um exemplar por dinheiro; excepcionalmente, como prova de especial benevolência, podia ser presenteado. também na china, na corte imperial, os que chegavam do tibet eram tidos como oferendas tributárias sendo bem aceitos, e contribuíram para formar a raça shih-tsu.







 Esse cãozinho ja conquistou corações de muitas pessoas....
E um cão profundamente quieto, calmo, e não é roedor. é capaz de ficar horas e horas deitado perto de seu dono. muito higiênico. Só faz as suas necessidades nos locais apropriados e ensinados. Nunca "suja " o lugar onde come ou dorme. é um cão que gosta muito de carinho, mas também é de temperamento muito independente , de caráter alegre, cheio de segurança, mas prudente e desconfiado com desconhecidos.

- A raça foi trazida para o brasil pelo criador Denis Duveen por volta de l966.



OBS:Primeiros passos para você curtir seu novo companheiro.





Como todo filhote, você deverá ter os seguintes cuidados ao levar seu amiguinho para seu novo lar:

-O filhote deverá ser separado da mãe após 45 dias que é o período de amamentação, mas se possível deixe-o permanecer com a mãe cerca de dois meses, assim ele estará aumentando as suas defesas naturais e sofrendo um estresse menor, pois os cientistas acreditam que animais separados de suas mães prematuramente apresentam glândulas supra - renais maiores que o normal, uma concentração de hormônio no sangue mais alta além de imunidadade reduzida. assim este ato garantirá a saúde de seu filhote e evitará que chore muito por sentir a falta do convívio da mãe e irmãos.


- Verifique se onde o filhote ficará não há possibilidades de fuga, queda ou objetos perigosos que possam ser mastigados e digeridos.( ex: bombril, papéis, fio dental, pregos ou material tóxico...etc)


- É aconselhável ter um veterinário de sua confiança , próximo à sua casa e ter seu telefone à mão para qualquer emergência. ele será necessário para as orientações básicas, tais como, indicação de vermífugo, vacinação e alimentação, evitando risco de contágio e de doenças. vacinas e vermífugos devem ser repetidos e controlados pelo veterinário para uma boa saúde de seu amiguinho.

Providenciar uma alimentação forte e adequada para seu filhote principalmente no primeiro ano de vida onde ele vai conseguir uma boa estrutura e defesas orgânicas naturais. um bebedouro e um comedouro apropriados ( de preferência aço inoxidável para não acumular resíduos) que sejam mantidos sempre limpos. a água deverá ser trocada pelo menos duas vezes por dia ou quando você notar que ela está suja.


- Você poderá ter brinquedos apropriados para cães para que ele possa morder. apesar da raça lhasa não ser uma raça roedora, sempre é bom que ele tenha um brinquedinho comestível para estimular a mastigação e manter os dentes limpos e saudáveis. sua cama deverá ser num lugar arejado, protegido do vento e da chuva. o lhasa apso é um cãozinho extremamente higiênico e limpo, pois não faz as suas necessidades onde come ou dorme, por isso é um cão de dentro de casa e/ ou apartamento. não deve ser colocado para dormir fora.
- Sua cama poderá ser uma caminha própria para cães comprada em qualquer loja pet. no entanto, embora ele goste de seu cantinho, o lhasa prefere dormir no chão ou em algum lugar frio, pois ele se sente mais confortável.






Após levar seu amiguinho para casa:

Mostre a ele onde vai ser o seu lugar. lembre-se o lhasa é um cão de companhia isto quer dizer que ele gosta de ficar onde normalmente tem gente. deixe seus pertences neste lugar e sempre que ele estiver dormindo em outro lugar leve-o para onde você quer que ele fique.
Explique às crianças que o animal não é um brinquedo, ele tem necessidades e sentimentos como todos os seres vivos. principalmente nos primeiros dias procure controlar a ansiedade das crianças e ensiná-las a cuidar e zelar pelo animal e não fazer dele um brinquedinho. assim você estará também contribuindo para a melhora do ser humano e estimulando nas crianças a responsabilidade e o amor à natureza e aos animais.




Você deve escovar o lhasa pelo menos três vezes por semana.



Ele deve tomar banho uma vez por semana e faça disso uma distração para você e para ele. acaricie-o muito nos primeiros banhos e passe pra ele como é bom estar limpinho e de banho tomado.tenha certeza o lhasa entenderá isto.


Só comece a passear na rua com seu cão após 3 meses de idade onde as vacinas já o terão imunizado.






Para acostumá-lo na guia, coloque após 3 meses todos os dias uma coleira levinha no seu pescoço e deixe -o se acostumar aos poucos. cada dia deixe alguns minutos. depois coloque a guia e vá brincando com ele com a coleira e a guia, até ele se acostumar. tudo de forma agradável e alegre.
Quanto à alimentação, seu amiguinho precisa que ela seja balanceada e rica em proteínas , a ração seca á o ideal.
Se você não gosta de ração, dê uma alimentação rica, com muita verdura, legumes e carne com arroz. temperos fortes e resto de comida não são indicados para a saúde de seu amiguinho. um dente de alho de 4 em 4 dias é bom para o pelo, contra vermes e contra gripe. o animal adulto alimenta três vezes ao dia, ao passo que o filhote alimenta 4 a 5 vezes ao dia (ele se torna adulto após um ano a um ano e meio, mas aos 8 meses você poderá começar a espaçar as refeições, desde que sinta que ele não está com fome.) Tente alimentá-lo sempre no mesmo horário evitando de fazê-lo quando estiver à mesa para que não desenvolva o costume de incomodá-lo durante as refeições. consulte também seu veterinário.
Os cães gostam muito de ossos, que ajudam na manutenção dos dentes e prevenção de tártaro. você pode comprar em casas especializadas ossos próprios para a limpeza dos dentes. você vai distrair seu cãozinho e ao mesmo tempo limpar seus dentes. se for dar osso natural, o melhor para o lhasa é joelho de boi, ou pescoço de galinha. você vai retirar a gordura deixar ferver bem e deixar que ele aprecie este suculento prato. mas isto fica a seu critério. nunca em hipótese alguma dê outro tipo de ossos pois poderão ser perigosos, quebram-se facilmente e podem parar na garganta, no estômago, ou no intestino do animal provocando até a morte.


....No mais felicidades e curta seu novo grande companheiro!!!





Algumas dicas sobre este sentinela dos lamas tibetanos

1- Lhasa apso é um cãozinho de guarda e companhia, late pouco, dando sinais quando estranhos chegam ou quando quer alguma coisa.
2- tem uma pelagem longa,
3- exige uma escovação de três em três dias.
4- banho deve ser dado uma vez por semana.
5- tem um nível de atividade média, ou seja é um cãozinho que pode ficar horas e horas deitado calmamente ao seu lado. não exige que seja levado para passear.
6- prefere ficar mais quieto.
7- quanto a obediência você deverá ser firme com ele, sem ser agressivo, ( nunca bata no lhasa pois ele é um cachorro muito corajoso e não se sente pressionado com tapas, é mais fácil um bom sermão - pode ter certeza que ele entenderá-) seu temperamento é muito bom, porém é um cão de muita personalidade.
8- com estranhos no início é muito desconfiado, de temperamento reservado. é obediente e inteligente, mas costuma as vezes obedecer somente ao dono.
9- ele escolhe o seu dono e não é escolhido. esta escolha é feita por motivos que somente ele, o lhasa , sabe.
10- a área que ocupa é pequena.
11- vive dentro de casa.
12- não gosta muito de exercícios - é um cãozinho bonachão...
13- não gosta muito de ficar no colo, tem um estilo mais independente. mas enquanto filhote você terá um cãozinho muito peralta em sua casa... sua maturidade chega após os 12 meses.





feliz natal!!
Canil Mini Company
A sociabilidade do lhasa

Você está levando um lhasa para casa com aproximadamente 8 semanas de vida. nesta fase ele está com o sistema nervoso relativamente maduro. mas ainda é um filhote. suas emoções e seu corpo não estão desenvolvidos. Por isso aquele filhotinho destemido e curioso de poucos dias atrás de repente começa a hesitar diante de certas situações, isto porque ele agora percebe o perigo e fica mais cauteloso. Para ajudá-lo proteja-o evitando riscos desnecessários - como quedas por exemplo. gente e animais estranhos devem ser apresentados com cuidado e calma, pois neste início ele está muito susceptível a se assustar. É um pequeno período de insegurança e muito delicado para seu filhote, porque até ontem, ele não era só, tinha em sua companhia a mãe os irmãos e os donos da mãe. evite gritar com ele, evite atos agressivos- quando ele errar em alguma coisa diga com firmeza ´não" e o mais importante, mostre a opção certa. este período de adaptação com o novo dono será de 3 a 5 dias. depois tanto o dono quando o lhasa saberão como se relacionar. É preciso que ele entenda que o dono deverá sempre ser obedecido. de a ele muito carinho e você não se arrependerá, pois estará conquistando este pequeno grande amigo e guarda.





Vacinação e vermifugação
Nascimento:
1º dose de vermífugo aos 15 dias
2º dose de vermífugo aos 30 dias
1 dose da octupla aos 45 dias.





VACINAS COM 45 DIAS
As vacinas deverão ser repetidas a critério do veterinário responsável. mas a octupla deverá no mínimo ser repetidos num intervalo mínimo de um mês até a 3º dose, onde o animalzinho estará com 3 meses e já está com seu sistema imunológico mais garantido.
1º dose de vacina contra raiva, devendo ser repetida de 6 em 6 meses.


Atenção: seu cãozinho só estará totalmente imunizado após 15 dias após a última (depois dos 3 meses) vacina. Portanto observe e guarde os seguintes cuidados: resguarde seu filhote, evitando contágio com cães que você não conheça a procedência, não passeie com ele pela rua. é pelos pés que muitos vírus atacam os filhotes. mantenha o lugar onde ele ficará sempre limpo.



Cuidados gerais:



1-Alimentação


2-A ração deve ser seca ou um pouco umedecida com água.


3-Enquanto filhote, até um ano, a ração deve ser dada 3 vezes ao dia..


4-A vasilha de água deve ser mantida sempre limpa. e com a água sempre fresquinha .


5-O lhasa apso é um cão de companhia portanto deve dormir dentro de casa.





Higiene:






1-Banho: 1 vez por semana com shampoo apropriado.


2-Secar sempre com secador morno e ir passando a escova suavemente.


3-Escovar com escova e/ou pente apropriados para raça de pelo longo.


4-Limpar os ouvidos com cuidado uma vez por semana


5-Unhas e dentes - seu veterinário o orientará como e quando limpar


6-Vermifugação: no mínimo de 6 em 6 meses.


7-Combater pulgas e carrapatos com frontline.


8- Lembre-se: criar é um ato de amor. vacine seu animal sempre no período certo.


9-Somente o veterinário é capacitado para receitar e vacinar seu cão. ao primeiro sinal de problemas, como vômitos e diarréia, ou se seu animal ficar prostrado não querendo se alimentar ou beber água, entre em contato imediatamente com seu veterinário, não procure medicá-lo por conta própria.











 resumo


 Características gerais: de caráter alegre, cheio de segurança, mas prudente com desconhecidos.


altura ideal: entre 22,5 a 25 cm para os machos. as fêmeas são menores.


cabeça: importante - com abundante cascata de pêlos sobre os olhos, barba espessa e bigodes escuros. nariz preto. dorso de focinho reto de comprimento médio ( uns 3,8 cm ); a longitude do dorso no focinho desde o extremo do nariz até o nível dos olhos, deve ser 1/3 da distância entre a ponta do nariz e a crista occipital. maxilares nivelados ou com leve enognatismo; focinho de cumprimento médio, não quadrado (falta). crânio moderadamente estreito que se funde notavelmente atrás dos olhos; não é totalmente achatado, nem tampouco abobadado ou em forma de maçã..


olhos: escuros, de tamanho médio, não globulares nem pequenos nem fundos.


orelhas: caídas, com franjas pesadas. é um mérito a cor mais escura na ponta das franjas.


pescoço: forte, coberto de coleira de pelo abundante, mais marcado nos machos que nas fêmeas.


tronco :medida na ponta do ombro à ponta da nádega, a sua longitude deve ser sempre maior do que a altura média nas cruzes. as costelas, bem arqueadas, não devem ser chatas; lombo forte e garupa bem desenvolvida.


cauda: provida de franjas nutridas. deve ser levada acima da garupa. a cauda com posição baixa é defeituosa. seguidamente apresenta um nó na ponta


membros anteriores: retos em pelo abundante


posteriores: sólidos, bem providos de pelo, covas bem desenvolvidas.


pés: redondos " de gato " , com abundante pelo e almofadinhas plantares sólidas.


pelagem: pelo espesso, pesado, reto, duro, nem lanoso nem sedoso, suficientemente longo, subpelo espesso.


cor: dourado, mel, areia, cinzenta escuro, ardósia, com manchas pretas, brancas ou castanhas. as cores douradas e aleonadas ( de leão) são preferidas porque são típicas do autêntico "cão leão tibetano".




VOCÊ GOSTOU DESSA CRIATURINHA ?
AQUI NO CANIL TEMOS EXEMPLARES DA RAÇA PARA SER ENTREGUES NO NATAL

15 9721-1610
15 3251-5652
com carinho Canil Mini Company
sempre tendo o melhor para você.

Nenhum comentário: